Luanda - A Polícia Nacional deteve na manhã, 21 de Agosto, cinco jovens que tentavam protestar em solidariedade com as vítimas dos confrontos entre garimpeiros e autoridades policiais na Lunda Norte. Os detidos já se encontram em liberdade.

Fonte: VOA

Francisco Mapanda, Rosa Conde, Laurinda Manuel Gouveia, Rid Miguel e Rolim Rebelo foram detidos na manhã por tentarem manifestar-se frente à Procuradoria-Geral da Republica.

A polícia apresentou como justificação o facto de o prédio ficar próximo da Presidência da República de Angola, Palácio da Justiça e Assembleia Nacional.

Um dos detidos, Francisco Mapanda, disse que o grupo pretendia exigir às autoridades uma investigação às denúncias do activista Rafael Marques constantes do seu livro Diamantes de Sangue e sobre os recentes confrontos entre a polícia e garimpeiros nas Lundas.

“Decidimos fazer um protesto contra o que tem acontecido ultimamente nas Lundas e também sobre as denúncias que o activista Rafael Marques fez no seu livro “Diamantes de Sangue” há mais de dois e que estão sem resposta”, contou Mapanda.

O activista disse ainda que as autoridades não sustentaram a razão das detenções. A VOA tentou contactar a policia de Luanda, mas sem sucesso.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: