Luanda - O Petro de Luanda - que era última esperança dos angolanos - foi incapaz de seguir em frente nas eliminatórias de acesso à fase de grupo da Taça da Confederação Africana de Futebol (CAF), após perder, este domingo, por 0-1, diante do Royal Leopard da Swazilândia no jogo da segunda "mão", realizado no Estádio 11 de Novembro.

Fonte: Angop
Futebol.jpg - 93.38 KBOs petrolíferos vinham de um empate a dois golos, alcançado no terreno do adversário, e, além da necessidade de vencer, a igualdade a uma bola até servia para passar esta segunda eliminatória, mas deixou-se bater, sendo a quarta e última equipa angolana a ser afastada das afrotaças.

Ainda neste domingo foi afastado da mesma competição o Benfica de Luanda, que depois de perder, na Tunísia, com o Etoil do Sahel, por 0-1, não foi além de um empate (1-1) na segunda mão.

Sábado, o Kabuscorp do Palanca ficou de fora das preliminares de acesso à Liga dos Campeões Africanos de Futebol. Perdeu por 0-2 e ganhou por 2-1 frente ao El Merriekh do Sudão. O Recreativo do Libolo ficou já de fora da corrida à Liga, ainda na primeira eliminatória.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: