Luanda - As autoridades da província da Huíla impediram a realização do concerto de MCK e Kool Klever, que estava marcado para dia 21 de Novembro. A proibição do espectáculo, que teria a participação de DJ Pelé, ocorre duas semanas depois do rapper MCK ser impedido de cantar com o activista Luaty Beirão no Cine Tivoli, em Luanda.

Fonte: Rede Angola

Segundo o portal Maka Angola, o Departamento de Artes e Acção Cultural da Direcção Provincial da Cultura da Huíla, havia autorizado a realização do evento, que antes estava previsto para o dia 29 de Outubro.


A 23 de Setembro, a produção do show recebeu das autoridades a guia de autorização do espectáculo nº 57/2016. O documento indicava o Pavilhão do Benfica como o local para a realização da actividade.


O promotor do evento, Jerónimo Pedro, disse que o responsável da Direcção Provincial da Cultura informou-lhe que a actividade devia aguardar por uma nova autorização, que no entanto não foi concedida.


Além da Huíla, MCK, Kool Clever têm também concerto agendado para hoje no Namibe. Jerónimo Pedro diz que também foi proibido.
No Namibe, os organizadores alegam ter recebido visita de elementos supostamente do Serviço de Inteligência e Segurança de Estado (SINSE). Estes transmitiram verbalmente a proibição do evento.


“Depois de terem verificado os documentos, os homens do SINSE disseram que estariam presentes no espectáculo e que terminariam com o mesmo, caso notassem desvios relevantes”, ressalta Jerónimo Pedro.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: