Luanda - O novo comandante provincial de Luanda Comissário-chefe, Eduardo Fernando Cerqueira, disse hoje, terça-feira, em Luanda, que a Polícia Nacional quer na sua corporação efectivos capacitados para fazerem um trabalho de prevenção e combate ao crime, respeitando acima de tudo a população e os direitos humanos.

Fonte: Angop

Para o oficial, a população deverá de igual modo respeitar os efectivos, visto ser um órgão importante do estado.

 

O comandante de Luanda fez tal pronunciamento durante a sua cerimónia de empossamento, em simultâneo com os comandantes das províncias do Cuanza Sul, José Canelas, e do Huambo, Francisco Ribas.

 

Foram igualmente graduados oficiais da Polícia Nacional, o subcomissário José Fernandes como director nacional adjunto de inspecção, o superintendente-chefe Natalício Luís António como director geral da caixa de protecção da caixa social do Ministério do Interior, o superintendente-chefe António Fernando Alberto como director da caixa de protecção social do Ministério do Interior, bem como o superintendente-chefe Armando Pedro Bernardo como director de planeamento e finanças dos serviços prisionais.

 

O secretário de Estado para o Asseguramento Técnico do Ministério do Interior, Salvador José Rodrigues, em representação do ministro Ângelo da Veiga Tavares, apelou aos oficiais empossados a empenharem-se nas suas responsabilidades.

 

De acordo com secretário de Estado, o rigor no cumprimento da lei é uma obrigação e à Polícia Nacional compete servir o estado e garantir a ordem e a segurança.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: