Londuimbali - Dez alunos da escola de formação de professores da ADPP no município do Londuimbali, na província do Huambo, foram expulsos nesta sexta-feira,  12, acusados de prática reiterada de consumo de álcool e cigarro no recinto escolar.

Fonte: Angop
Ao confirmar o facto, o director da escola de magistério primário, Domingos Rems, disse que a postura dos alunos se opõe aos valores defendidos pela direcção da escola, razão pela qual tomou-se tal medida.

Informou que a ADPP não tolera actos socialmente reprováveis, uma vez que os alunos das suas escolas vivem em regime de internamento, facto que pode favorecer a disseminação de tais práticas.

“Muitos nossos alunos trazem vícios de suas casas e quando chegam no internato os abandonam, mas outros insistem em tal prática, apesar das várias advertências, como sucedeu com estes que acabamos por expulsar”, lamentou.

Domingos Rems disse ser a primeira vez que a direcção do magistério primário recorre a esta decisão, justificando o facto com a prática reiterada do consumo de bebidas alcoólicas e cigarros.

No estabelecimentos escolar, pertencente à organização não-governamental da Noruega, estão internados 345 alunos, da 10ª a 12ª classe, que estão a ser preparados para serem professores do ensino primário nas zonas rurais.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: