Luanda - Na manhã desta quinta-feira, 8 de Agosto, o Inspector Geral do Estado, Sebastião Domingos Gunza, procedeu ao lançamento da campanha de combate à pequena corrupção, sob o lema * "A Corrupção, a Impunidade e o mau atendimento ao Público têm os dias contados".*

Fonte: IGAI

Na ocasião, Sebastião Domingos Gunza referiu que volvidos sensivelmente dois anos de combate à grande corrupção, chegou a hora de lançar mão à luta contra a pequena corrupção que, segundo disse, graça NAS VIDAS DE todos os cidadãos sem excepção. Esta luta visa sobretudo acabar com o fenómeno "gasosa" nas instituições públicas e melhorar os níveis de atendimento dos servidores públicos, aos utentes.


Na sequência, o Inspector Geral do Estado, acompanhado da Ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta e de uma delegação de alto nível do seu pelouro, efectuou visitas à Maternidade Lucrécia Paím, Hospital Augusto Ngangula e Hospital Josina Machel. Nestas unidades hospitalares visitou demoradamente diversas áreas, constatou os serviços nelas prestados e interagiu com os utentes, tendo, em alguns casos, baixado orientações para o atendimento imediato pela equipas médicas, de alguns utentes e a averiguação do Estado psico-emocional de alguns funcionários, que se mostraram incapazes, quer do ponto de vista técnico quer do ponto de vista emocional, para prestar serviços no momento.


No final das constatações, o Inspector Geral do Estado efectuou, em cada uma das unidades hospitalares, reuniões com as respectivas direcções, que serviram para aflorar os aspectos positivos e negativos constatados e baixou orientações precisas no sentido de se melhorar o seu desempenho.


Finalmente, à cada uma das direcções, Sebastião Gunza procedeu a entrega de um banner da sua instituição, que espelha o lema da campanha, os contactos telefónicos para denúncias, queixas e reclamações bem como o correio electrónico e o site disponíveis para AS DENÚNCIAS SOBRE EVENTUAIS MAUS ATENDIMENTOS, QUE É PRINCIPAL ESCOPO Desta operação, para serem afixados em locais DE FÁCIL LOCALIZAÇÃO E VISUALIZAÇÃO.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: