Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, nomeou, neste sábado, o Comissário-Chefe Arnaldo Manuel Carlos, no cargo de Director Geral do Serviço de Investigação Criminal (SIC) do Ministério do Interior.

Fonte: JA

Segundo uma nota da Casa Civil, o oficial substituiu no cargo o Comissário-Chefe de Investigação Criminal Eugénio Pedro Alexandre, exonerado na mesma data, pelo Chefe de Estado.


Foram também exonerados o Comissário Arnaldo Manuel Carlos, do cargo de Delegado do Ministério do Interior e Comandante da Polícia Nacional na Província da Huíla, e o Comissário de Investigação Criminal Pedro Pascoal Domingos Rodrigues, do cargo de Director do Gabinete do mesmo ministério.


A lista inclui ainda o Comissário de Investigação Criminal Carlos Manuel Alves, que deixa o cargo de Director Geral-Adjunto do SIC, e o Comissário de Investigação Criminal António Pereira Freire dos Santos, até então Director Geral-Adjunto do mesmo organismo (SIC) do Ministério do Interior.


Foram também exonerados o Comissário de Investigação Criminal António Pedro Amaro Neto, do cargo de Director Nacional de Operações do Serviço de Investigação Criminal do Ministério do Interior; o Comissário de Investigação Criminal Humberto José Belo Lopes Frade, do cargo de Director de Investigação de Acidentes do Serviço de Investigação Criminal do mesmo ministério.


João Lourenço exonerou igualmente o Sub-Comissário de Investigação Criminal Miguel Arcanjo Sumbo, do cargo de Director Provincial do SIC da Delegação Provincial do Ministério do Interior do Cuando Cubango, o Sub-Comissário de Investigação Criminal Almerindo João de Almeida, do cargo de Director Provincial do SIC da Delegação Provincial do Ministério do Interior de Benguela, e o Sub-Comissário de Investigação Criminal Mário António Francisco, do cargo de Director Provincial do SIC da Delegação Provincial do Ministério do Interior de Cabinda.


O Presidente da República exonerou o Comissário Bombeiro Principal Bênção Cavila Nyoka Abílio, do cargo de Comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros do Ministério do Interior e o Comissário Gil Famoso Sebastião da Silva, do cargo de Director Geral do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) do mesmo Ministério.


Noutros despachos, o Presidente da República nomeou o Comissário-Chefe de Investigação Criminal Eugénio Pedro Alexandre, para o cargo de Conselheiro do Ministro do Interior, o Comissário de Investigação Criminal Humberto José Belo Lopes Frade, para o cargo de Director Central de Operações do SIC do Ministério do Interior, o Comissário de Investigação Criminal Miguel Arcanjo Sumbo, para o cargo de Director Geral-Adjunto do SIC do Ministério do Interior.


O Comissário de Investigação Criminal Almerindo João de Almeida foi nomeado para o cargo de Director Geral-Adjunto do SIC do Ministério do Interior, e o Sub-Comissário de Investigação Criminal Mário António Francisco, para o cargo de Conselheiro do Director Geral do SIC do mesmo ministério.


O Presidente da República nomeou, também, o Comissário de Migração João António da Costa, para o cargo de Director Geral do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) do Ministério do Interior, e o Comissário Bombeiro Bensau Mateus, para o cargo de Comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros daquele mesmo departamento ministerial.


João Lourenço, na sua qualidade de Comandante-Em-Chefe das Forças Armadas Angolanas, ordenou a graduação ao Posto Policial de Comissário-Chefe, o Comissário Arnaldo Manuel Carlos, e ao Posto Policial de Comissário de Investigação Criminal o Sub-Comissário de Investigação Criminal Miguel Arcanjo Sumbo e o Sub-Comissário de Investigação Criminal Almerindo João de Almeida.


O Presidente da República, que se desloca domingo ao Japão, para participar na Conferência África-Japão, delegou poderes ao Ministro do Interior para conferir posse às entidades nomeadas.

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: