Luanda - O ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida, disse, ontem, em Benguela, que o projecto da construção do “Bairro dos Ministérios” vai avançar mesmo, contrariando informações tornadas públicas que davam conta do seu cancelamento Manuel Tavares respondia a jornalistas que o questionaram sobre este projecto, no final do encontro que manteve com membros do Governo Provincial de Benguela durante a sua visita de trabalho a esta província.


Fonte: O País

O ministro disse desconhecer a anulação do referido projecto, conforme matéria publicada no portal “Maka Angola”, do jornalista angolano Rafael Marques de Morais. “Não sei disso, eu não leio o Maka Angola”, afirmou.

 

Acrescentando ser uma pessoa “convicta e determinada” e que o projecto vai mesmo avançar e está inscrito no Plano Director da Cidade de Luanda.


“Temos que respeitar aquilo que é lei” declarou Manuel Tavares, que se encontra a efectuar uma visita de constatação de alguns projectos estruturantes do sector que dirige na província de Benguela.


O caso da possível anulação do projecto por parte do Presidente da República, João Lourenço, por, alegadamente, estar eivado de vícios, foi levantado pelo jornalista Rafael Marques que, na altura, garantira que o Presidente lhe mandara comunicar, por escrito, tal pretensão.

Tema relacionado 

Governo compra por Usd 344 milhões terreno que ofereceu há 18 anos a uma empresa privada

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: