Luanda - Nos últimos dias, tem circulado em jornais e nas redes sociais informações falsas e tendenciosas, configurando uma campanha de deturpação de factos e de manipulação da opinião pública orquestrada por agentes deploráveis sobre a posição da empresa “Rosas & Pétalas, SA . ora;

Fonte: Rosas & Pétalas, SA


A “Rosas & Pétalas, SA” é uma sociedade anónima de direito angolano, constituída no ano de 2002.

2o


Cônscio do direito de liberdade de imprensa, pensamento, de expressão e de informação que assiste a cada cidadão e a qualquer meio de comunicação escrita ou não, cuja previsão se acha nos termos dos nos 1 e 2 do artigo 40o conjugado com os nos 1 e 4 do artigo 44o ambos da Constituição da República de Angola;


O Conselho de Administração da empresa “Rosas & Pétalas” em defesa do seu bom nome bem como dos seus accionistas à luz do preceito que flui do no 3 do artigo 40o igualmente da Constituição, serve-se do presente para esclarecer o seguinte:


3o
a) O cidadão Celso Rodrigues de Lemos Rosas, não é o Presidente do Conselho de Administração da Empresa “Rosas & Pétalas”;


b) O cidadão José Filomeno dos Santos (Zenu) não é e nunca foi accionista da Empresa “ Rosas & Pétalas”;


c) A Empresa “Rosas & Pétalas”, requereu no ano de 2002 à Endiama enquanto empresa pública concessionária, uma concessão para prospecção de diamantes dentro de um processo normal em que partiu em pé de igualdade com todas as outras requerentes, sendo que o preenchimento dos requisitos prévios fez com que na altura lhe fosse concedida a área do Lulo;


d) A Empresa “Rosas & Pétalas” tal como outras Empresas, dentro do exercício da sua actividade com o objectivo de gerar lucros, adoptou medidas económicas e financeiras face à conjuntura actual para se manter viva no mercado, salvaguardando os postos de trabalho.


Assim sendo, Passados mais de 15 anos, registam-se resultados interessantes e promissores, fruto do árduo trabalho abnegado, espírito de missão e de entrega total da Equipa multidisciplinar (Endiama, Lucapa Diamond e Rosas & Pétalas). Logo, ao invés de notas de reconhecimento e elogios pelo trabalho desenvolvido, o Conselho de Administração desta confronta-se com declarações postas a circular no sentido de deturpar e mascarar o bom trabalho que tem sido feito, demonstrando bem a vontade de alguns em promover a intriga estampando boatos quer em jornais como nas redes sociais, enfim, posturas próprias de quem nada faz e apenas quer perturbar, mas que em momento próprio o Conselho de Administração desta, lançará mãos aos mecanismos colocados à disposição para que de forma legal exija a reparação dos danos sofridos como orienta a legislação penal Angolana mormente o Código Penal e de Processo Penal.

5o


Finalmente, o Conselho de Administração da Empresa “Rosas & Pétalas” aproveita o ensejo para dar a conhecer ao público que reforça o seu espírito de missão e continuidade do brilhante trabalho que tem vindo a desenvolver e agradece a confiança a si depositada pela empresa nacional concessionária bem como aos seus trabalhadores que com muito esforço os seus postos de trabalho têm sido garantidos.


GABINETE DO PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA EMPRESA “ROSAS & PÉTALAS, SA, EM LUANDA AO 12 DE SETEMBRO DE 2019.

O PCA

Marygots Carvalho Major de Almeida

 

Tema relacionado

PCA da Unicargas em conflito de interesses

 Escrituras em posse do Club-K mostrando a ligação de Celso Rosas com a "Rosas & Pelotas"

Empresa Staza na qual Celso Rosa faz parte em representação da "Rosas e Pétalas"

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: