Luanda - A história do zouk e de alguns dos seus intervenientes é narrada num livro do jornalista e jurista angolano Luís Paulo, piblicado em Agosto.

Fonte: VOA

“Gigantes do Zouk” resulta de uma pesquisa de anos sobre o popular ritmo de raízes africanas.


Nas 300 páginas do livro, Paulo destaca o impacto de Pierre-Edouard Décimus, no circuito artístico antilhano, a partir de 1975, que conduziu a concepção do zouk e o surgimento dos Kassav.


Paulo diz ter escrito a obra a convite de Pierre Décimus, por altura de visita a ilha, em 2015, para troca de experiência.


Luís Paulo é jornalista e jurista. Trabalhou no Jornal de Angola e colaborou em várias rádios. É funcionário do Ministério dos Transportes e fundador da Casa do Zouk em Angola.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: