Luanda - O jurista David Mendes denunciou hoje que Rui Ferreira tentou apropriar-se de uma boate (discoteca  Dom Quixote) do músico Lisboa Santos enquanto advogado deste num processo de reivindicação de propriedade sobre o imóvel.

*Santos Vilola
Fonte: Facebook

À rádio MFM, David Mendes, que defendeu posteriormente o pai do músico C4 Pedro no processo, acusou o agora magistrado demissionário do cargo de juiz presidente do Tribunal Supremo de ter feito manobras para impedir que o caso chegasse a Tribunal, usando para o efeito a sua qualidade de juiz presidente do Tribunal Constitucional.


Rui Ferreira, que renunciou o cargo esta quinta-feira, é acusado de prática semelhante enquanto advogado do caso da extinta empresa de distribuição de bens alimentares Aerosfram, que era propriedade de libaneses em associação com empresários angolanos, e que terá alterado as suas escrituras para transferir a sociedade para o seu património, além da apropriação de mais de 200 milhões de dólares neste processo.


O seu escritório de advogados envolvido no caso foi extinto pela Ordem dos Advogados de Angola. Em nota de esclarecimento a si atribuída, Rui Ferreira diz que vai dedicar o seu tempo a dar aulas na Falido de Direito da Universidade Agostinho.


PS: Em função de tudo de que foi acusado sem nunca responder nem recorrer aos tribunais, Rui Ferreira tem moral para dar aulas numa faculdade de Direito?

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: