Luanda – A Juíza do Tribunal Província de Luanda, Hita Flávia Rodrigues de Faria, está a ser acusada de ter agredido a bofetada na cara, na cara da secretária judicial da 5a secção da sala dos crimes comuns.

Fonte: Club-k.net

Tudo aconteceu na passada sexta-feira (4) por volta das 14 horas, quando Maria Cardoso, encontrava-se no seu gabinete, uma vez que está a substituir o secretário judicial. Naquele instante compareceu, Hita Flávia Rodrigues de Faria, reclamando da estatística uma vez que ela juíza contava com 43 processos julgados e no mapa constava 42.

 

A secretaria explicou a juíza o que se passava, mas esta não aceitava a explicação tendo de seguida se alterado. Terá começado a falar em voz alta e por sua vez a secretaria pedia lhe para falar baixo alegando sentir “dores de cabeça, e com a pressão arterial muito alta”.

 

A juíza, segundo descreveram ao Club-K, baixou na orelha da secretaria e começou a gritar mais alto. A secretaria voltou a pedir a juíza pra parar de gritar, pediu desculpas e retirou-se da sala, uma vez com os gritos não pediam conversar. A juíza seguiu até a outra sala puxou-lhe na blusa, quando a secretaria virou ela juíza desferiu uma bofetada na cara, e ficou com os óculos da secretaria nas mãos.

 

O sucedido gerou confusão e os colegas interferiram, uma vez que a juíza proferia ameaças dizendo que mandaria ordem de prisão por desacato, coisa que os funcionários negam. “é mentira, porque em nenhum momento a secretaria desacatou”.

 

“Depois de a secretaria conseguir sair fora do cartório, foi ao corredor aonde a juíza seguiu-lhe e arremessou com um bidon de água mineral que esquivou e foi para o chão”, descreve a fonte adiantando que “ainda assim a senhora não levantou o braço para defender contra ela juíza” apelando para que “a justiça que seja feita contra a juíza”

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: