Huambo - Está anunciada para amanhã dia 29 as 10 horas a greve de fome na casa ecologia 2, na cidade do Huambo. Fontes que tiveram acesso ao documento, atestam que o cidadão, Tomás António, natural do Huambo, agrónomo, técnico superior de hidráulica e barragens, terá tomado a decisão depois de ver as possibilidades goradas sobre o ressarcirmento prometido pelo governo local a doze anos, resultante de um contrato de reabilitação gestão e exploração daquele jardim.

Fonte: Club-k.net

Segundo informações, o empresário cumpriu com previsto no contrato realizando todas obras necessárias. Em 2007 depois de o jardim ficar bonito, alguns governantes criaram apetites para sua privatização, prometendo ressarcir todos os gastos desde 1999 que foi assinado o contrato até 2007. Na sequência, a empresa sem abandonar o local, manteve-se até a presente data num dos edifícios do jardim, do qual Joana Lina pretende expulsá-la por via da polícia sem o merecido ressarcido.


Recentemente, a empresa enviou para a governadora, documentos comprovativos sobre os gastos e imagens de obras estruturantes feitas na estufa, pedindo a renegociação do contrato para que a empresa possa explorar e recuperar o seu capital uma vez que o governo actualmente não tem capacidade financeira de ressarcir, tendo obtido uma resposta musculada do gabinete da Joana Lina, por via da comunicação social sem notificar a requerente, que devia abandonar o espaço no prazo de dez dias.


Prevendo-se que venha a ser uma greve colectiva entre filhos e colegas, uma fonte do gabinete da governadora Provincial, confidenciou que deu entrada esta tarde, a declaração de greve de fome assinada apenas pelo empresário, desconhecendo será colectiva ou não. Uma das rádios locais que também recebeu a declaração da greve, negou fazer comentários sobre a mensagem da mesma.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: