Lisboa - O antigo Presidente da República,  José Eduardo dos Santos manifestou por carta endereçada ao Tribunal Supremo de Angola a sua disponibilidade para ser ouvido como declarante no processo que resultou na burla de 500.000.00 USD do Banco Nacional de Angola transferidos para uma empresa Inglesa, supostamente para constituição de um fundo estratégico de investimento para Angola.

Fonte: Club-k.net

Por conta disto, o Tribunal Supremo deverá enviar um questionário a José Eduardo dos Santos – que se encontra em Barcelona por motivos de saúde - para que este esclareça se a transferência  feita pelo então governador do BNA, Walter Filipe da Silva foi ou não feita com o seu consentimento.

 

De acordo com analistas, o parecer de José Eduardo dos Santos deverá ser  determinante para o futuro  jurídico-criminal  do antigo governador do Banco Nacional de Angola. Em caso de JES  dizer que “Sim”, Walter Filipe da Silva terá a ser favor alguns  atenuantes. 


Quanto ao seu filho, José Filomeno dos Santos poderá ser depois indiciado por burla, uma vez que a empresa inglesa usada para referida fraude financeira está registrada em Londres, em nome do seu “testa de ferro’, Jorge Gaudens Pontes Sebastião.

 

Tema relacionando

 

Juiz aceita que José Eduardo dos Santos seja interrogado em processo do filho

 

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: