Luanda - O Ministro do Interior, Eugénio César Laborinho, considerou as relações entre os EUA e Angola como estando a atravessar um bom momento, acrescido a isso, o estreitamento destas com a assinatura do memorando de entendimento, realizada no dia 19 de Julho de 2019, em matérias de Ordem e Segurança Pública.

Fonte: MININT

O dirigente teceu tais considerações ao meio da manhã desta quarta-feira, 11/12/2019, aquando da abertura da audiência que concedeu ao Encarregado de Negócios da Embaixada dos Estados Unidos da América, acreditado em Angola, Regery Segas, com objectivo de passar em revista questões ligadas aos dois pelouros.


Para o Ministro do Interior, as relações entre os dois Estados, que remontam desde 1993, tendem a afirmar-se, agora, com a realização de encontros frequentes e aplicação das cláusulas rubicadas no memorando.


Prosseguindo, o General Laborinho asseverou que este aprofundamento da cooperação bilateral é satisfatório, reiterando a total disponibilidade do MININT em continuar a trabalhar com os EUA nas áreas que se verificarem pertinentes.


Por seu turno, Regery Segas, agradeceu a pronta disponibilidade do Ministro do Interior em recebê-lo e partilhar estratégias tendentes a resolução de problemas de segurança pública dos dois países, com destaque para os sectores de investigação criminal, migração, combate aos crimes de tráfico de seres humanos, branqueamento de capitais e terrorismo, bem como, a intenção em dar treinamento aos quadros do MININT, sobre matérias versadas para anti-terrorismo.


Recorde-se que participaram do encontro, membros seniores do MININT, mormente, os Directores do SIC, do SME, do Gabinete de Intercâmbio e Cooperação, Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa, Director do Gabinete do Ministro do Interior, bem como quadros afectos ao Gabinete do Encarregado de Negócios da Embaixada dos EUA, acreditada em Angola.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: