Luanda - Mensagem à Nação de Abel Chivukuvuku Coordenador da Comissão Instaladora do PRA-JA Servir Angola.

Angolanas e Angolanos
Irmãs e Irmãos

Chegamos ao fim de mais um ano. Infelizmente, um ano que ficará marcado, também, como difícil.

 

A inflação que espreitava as nossas janelas, agora entrou mesmo em nossas casas, penalizando sobretudo às famílias mais necessitadas.


A fome aumentou, o táxi ficou ainda mais caro e os serviços de energia e água continuam a não chegar para a maioria dos Angolanos. O desemprego, particularmente na juventude é dramático. A criminalidade urbana e rural não deixa ninguém em paz.


Sofrem também os empresários angolanos preteridos pelo governo. Nos contratos e nos pagamentos o governo prioriza as empresas estrangeiras e não as empresas angolanas. Sem apoio e com Kwanza cada vez mais desvalorizado, as empresas angolanas fecham as suas portas todos os dias e, como consequência, resulta em mais desemprego e mais insegurança nas ruas.

 

Não me vou calar diante desta realidade, nem retrocederei na luta em defesa de todos os que sofrem.


Minhas Irmãs e meus Irmãos


Como vocês têm acompanhado, este ano trabalhamos intensamente na organização e estruturação do nosso partido PRA-JA SERVIR ANGOLA, com vista à sua inscrição pelo Tribunal Constitucional.

 

As tarefas impostas por este novo desafio não nos permitiram actuar em outras actividades políticas de maior visibilidade, mas garanto-vos que estamos a construir um Partido que vai lutar verdadeiramente e energicamente pelo Povo angolano.


Depois do despacho do Juiz Presidente do Tribunal Constitucional em que solicita, injustamente, o suprimento de supostas insuficiências, já se encontram criadas as condições que nos vão permitir agir com rapidez e eficiência para este objectivo.


Temos consciência plena do clamor dos cinquenta mil cidadãos que subscreveram as "Declarações de aceitação" para a criação do PRA-JA SERVIR ANGOLA. Sinceramente, estaremos à altura para respondermos de forma responsável a esse clamor. Não tenho dúvidas e transmito o alento e a fé de que a breve trecho o PRA-JA será uma realidade positiva para Angola.


Estaremos em cada aldeia, Bairro, Comuna, Município, com os ouvidos de ouvir e olhos de ver porque seremos um partido feito pelas pessoas que vão reunir os mais candentes anseios da nossa sociedade.
Amigas e Amigos !


A quadra festiva é o momento de estarmos juntos daqueles que amamos e de reforçarmos os laços que nos unem enquanto nação.


Sei que a realidade actual não nos dá motivos para grandes comemorações, apesar disso, peço-vos que não baixem a cabeça ; que renovem as esperanças e aproveitem este momento para nos unirmos e criarmos uma reflexão sobre o papel de cada um de nós na construção do nosso País.


Podem confiar que 2020 intensificaremos ainda mais a nossa luta e faremos a nossa parte para que dias melhores cheguem depressa a todos nós.


FELIZ O ANO NOVO !

Luanda, 31 de Dezembro de 2029
Abel Epalanga Chivukuvuku

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: