Luanda - Mais de mil ex trabalhadores da companhia de diamantes angolana ENDIAMA tentaram manifestar-se esta Segunda-feira em frente à sede da organização para exigir pagamento de vários montantes que dizem lhes ser devidos.

*Manuel José
Fonte: VOA

Após um diálogo com a polícia os trabalhadores acordaram em dispersar afirmando que no entanto voltarão

Os antigos trabahadores pedem o pagamento de salários em atraso, indemnizações e subsídios vários, bem como enquadramento na Segurança Social.

A situação surge depois da paragem de projectos mineiros da Endiama nas Luandas em 2009. Os trabalhadores explicam que na altura houve compromissos que passados dez anos nao estão a ser cumpridos pela direção da empresa.

A ENDIAMA nega que isso seja verdade afirmando que vai resolver apenas a questão da integração na Segurança Social.

Um ex trabalhador de nome Paulo disse que a empresa deveria então mostrar “o comprovativo” desses pagamentos.

“Se somos analfabetos como nos consideram nas Luandas não seriamos malucos para exigir algo já pago", disse

Um outro ex trabalhador de nome Victor disse que se o problema não for resolvido os trabalhadores tencionam iniciar uma vigilia em frente á sede da organização.

O presidente do conselho de administração da Endiama José Ganga Junior respondeu aos manifestantes afirmando que já pagaram todas as indemnizações mas deixa uma janela de esperança aos ex trabalhadores.

"Quanto a indemnizações já foram pagas mediante um termo de quitação assinada pelos ex trabalhadores, por isso não nos responsabilizamos por isso”, disse acrescetando que a empresa está pronta a dialogar sugerindo para isso a mediação doMinistério da Admimnistação Publica, Emprego e Segurança Social, Maptess

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: