Lisboa – No seu primeiro despacho de 2020, assinado na qualidade de Presidente -  não executivo - do Conselho de administração da SOMOIL, o economista José Carlos de Castro Paiva mandou revogar dois despachos recentemente assinados pelo Presidente da Comissão Executiva Nelson Pacavira que procedia com a exoneração e nomeação de cinco directores desta petrolífera privada.

Fonte: Club-k.net

Mal estar na petrolífera angolana 

Os exonerados (conforme despacho 02/CE/2020) eram Malela Vieira do cargo de director técnico (DTEC), José Maria Gaspar Filomeno de Sousa Costa do cargo de director da direção de operações das associações, Nair Faria de Abreu como directora interina da direção de contratos aprovisamento e logística. Já o segundo despacho 03/CE/2020 determinava a nomeação de novos directores.

 

No seu despacho datado de 12 de Fevereiro, que o Club-K teve acesso, o PCE, José Carlos de Castro Paiva comunicou aos trabalhadores da empresa que com a revogação dos despachos “fica resposta a situação anterior”.

 

A Somoil S.A, é uma petrolífera privada fundada por veteranos do sector dos petróleos em Angola, e antigos colaboradores do então Presidente José Eduardo dos Santos tais como Manuel Domingos Vicente, Desidério da Graça Veríssimo e Costa, José Carlos de Castro Paiva, Syanga Samuel Abílio, Joaquim David, Aníbal Octávio Teixeira da Silva, Albina Assis Africano, Ana Paula dos Santos e José Filomeno dos Santos.

 

Tema relacionado

SOMOIL afasta directores

Accionistas da Somoil criam comissão executiva

 

Loading...
 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: