Luanda - O presidente da Comissão Executiva do Banco Sol, Coutinho Nobre Miguel, destacou hoje, em Luanda, a importância do compromisso da banca no processo de capacitação, superação técnica e cientifica dos quadros, de modo a aprimorar o conhecimento teórico/prático.

 
Fonte: Angop

 
Presidente do Banco SOL,Coutinho Nobre MiguelQuestionado sobre a formação de quadros como factor competitivo para a economia, o gestor declarou à Angop que a banca é um dos ramos que mais aposta na formação, envolvendo com regularidade os quadros em cursos de superação, visando satisfazer melhor as exigências do mercado.

 

 
“O maior recurso de qualquer instituição são os homens e a banca, sobretudo, tem investido muito na formação, na qualificação técnica e cientifica dos quadros, para melhor assimilarem o vocabulário básico, a pedagogia e a dinâmica próprias da banca”, sublinhou.
 

De acordo com o responsável, a banca não atingirá os níveis de excelência operacional e organizacional se não possuir quadros preparados tecnicamente, conhecedores dos produtos financeiros, da linguagem e das habilidades necessárias ao relacionamento e atendimento de clientes.

 

 
Na visão do presidente da Comissão Executiva do Banco Sol, um dos grandes desafios de qualquer instituição, e sobretudo da banca moderna, será essencialmente a diferenciação na formação, o nível técnico-científico e a capacitação dos quadros.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: