Luanda - A principal empresa do Estado, a petrolífera Sonangol, tem sido referida, a nível internacional, como um oásis de competência e boas práticas de gestão em Angola. Regularmente, a Sonangol também tem sido acusada, além fronteiras, de ser o principal veículo para o saque e o desaparecimento de biliões de dólares das receitas de petróleo.


Fonte: makaangola.org



No entanto, a Sonangol, como principal responsável por cerca de metade dos fundos que constituem anualmente o Orçamento Geral do Estado, requer um escrutínio mais atento dos cidadãos sobre a sua gestão corrente.


O presente texto apresenta o primeiro de uma série de estudos de caso sobre as práticas internas de contabilidade da Sonangol.



Em 2010, para um total de nove dias de estadia e despesas no Suite Hotel Maianga, em Luanda, a Sonangol procedeu à liquidação de facturas no valor de US $1,346,022.5, pagas através do Banco Africano de Investimentos (BAI). A Sonangol é a principal accionista do referido banco, com 18.5 por cento do capital.



O hotel, de três estrelas, dispõe de 54 quartos, incluindo duas suites executivas, e tem estado aberto ao público desde a sua inauguração, em 2009. Por sua vez, a Sonangol é a proprietária do hotel, segundo a agência noticiosa estatal Angop.



Mesmo que, de forma hipotética, a Sonangol tivesse ocupado todos os quartos por nove dias, e pagasse o preço máximo da acomodação mais cara (US $450) por todos os quartos, o valor total seria de US $218,700, incluindo o pequeno-almoço. O Suite Hotel Maianga tem um pequeno e modesto restaurante e os seus preços razoáveis, para o mercado de Luanda, dispensam cálculos matemáticos.



Para onde a Sonangol canalizou os adicionais US$1.1 milhões?


A Sonangol deve explicar as razões pelas quais, depois de ter financiado a formação de milhares de cidadãos nacionais em várias universidades do ocidente e em outras paragens internacionais, não consegue explicar simples contas de adição e multiplicação de fundos públicos à sua guarda.


Várias chamadas ao Gabinete de Comunicação e Imagem da Sonangol, para prestar esclarecimentos, deram origem à mesma resposta: “o director está reunido.”


*Rafael Marques de Morais

 




DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: