Kwata Kanawa disse que o partido que ganhou com folga as eleições legislativas de 5 e 6 de setembro "ainda não tratou" da composição do novo governo, que deve entrar em funções depois da tomada de posse do novo Parlamento, em meados de outubro.

"Não posso confirmar uma coisa que o MPLA ainda não tratou. As notícias sobre o novo governo são, por isso, pura especulação. Quando o MPLA tratar dessa questão, então poderei falar sobre esta matéria", disse.

Além de Paulo Kassoma, nomes como o da atual ministra do Planejamento, Ana Dias Lourenço, e do ministro-Adjunto do primeiro ministro, Aguinaldo Jaime, foram citados por diversos órgãos de comunicação social como "certos" para o cargo de primeiro-ministro do novo governo.

Fontes próximas do partido contatadas pela Agência Lusa afirmaram que os três nomes possuem características que permitem o status de candidatos ao cargo.

Apesar disso, disseram que uma legenda com a organização e disciplina interna do MPLA dificilmente deixaria escapar o nome escolhido antes de um anúncio formal.

Fonte: Lusa



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: