Luanda - Veteranos das forças armadas de Angola recentemente presos  queixam-se agora das más condições prisionais a que estão a ser sujeitos.


Fonte: VOA


O jornalista Coque Mukute que tem acompanhado a situação dos ex-militares disse ter recebido informações de “maus tratamentos” a que os detidos estão a ser sujeitos nas cadeias da polícia judiciária militar .


Esses ex-militares dizem não estar a receber refeições continuado a ser-lhes negado acesso a advogados e familiares.


Dezenas de ex militares foram presos aquando de recentes manifestações em Luanda convocadas para exigirem o pagamento de pensões de reforma a que têm direito.


Subsequentemente alguns dos detidos foram libertados mas continua a desconhecer-se quantos permanecem presos.


As autoridades permanecem no silêncio total sobre a questão recusando-se a divulgar pormenores das detenções.


Muitos desses manifestantes foram presos e alguns deles queixam-se agora d o seu tratamento na prisão. O jornalista Coque Mukute tem estado a acompanhar o caso.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: