Joanesburgo - “Orgulhosamente africano”, são com estas palavras em negrito que o “City Press”, um prestigiado Semanário sul africano trousse  como manchete de capa no ultimo fim de semana o retrato do músico Yuri da Cunha, que cantou sabado, dia 23 , no festival internacional da musica africana,  no “Mary Fitzgerald Squard”, em Joanesburgo, em alusão as comemoracões do dia da Africa viu.

Yuri da Cunha viu  o seu retrato em grande a cobrir o centro da página do formato A3 da publicação em referência. “O City Press”, é  uma publicação conhecida por prestar mais atenção aos assuntos de natureza politica. Não há conhecimento de um outro cantor angolano que tenham merecido ser manchete de capa num jornal neste pais.

O “Show Man”, como é tratado em Luanda, fez a plateia vibrar com os gestos de dança  que lhe é peculiar, num show que começou as  15horas terminado até ao anoitecer.  Cantou no mesmo concerto reconhecidos cantores africanos como o rapper senegales Awdi, Gang of instrument, do Bennin, coro de gospel do Soweto e a cantora Asa, uma nigeriana nascida em Paris conhecida por ter o seu album alvo de um grémio naquele pais. As imagens do cantor em palco  foram igualmente transmitida em directo pela televisão sul africana SABC, estação promotora do evento.
 
Importa realçar que é raro um cantor angolano vir a este pais e cantar  exclusivamente para uma plateia composta por cidadão sul africanos. Na maior parte das vezes, os musicos angolanos cantam para as comunidades angolanas em discotecas ou outros locais de animação organizados por estas.
 
O repertório de  Yuri da Cunha ficou marcado com uma conferência de imprensa na SABC, a participação em dois programas televisivos e contactos com musicos angolanos residentes neste pais. Fez-se acompanhar da sua banda composta por 10 membros, entre os quais, seis musicos e quatro bailarinas.

Fonte: Club-k.net



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: