Luanda - O jornalista Paulo Sérgio vai lançar na próxima Sexta-feira, 6, a obra “Burla Tailandesa: Para além do processo”, na qual relata os meandros desse mediático caso que envolveu generais, altos funcionários da Presidência da República e um grupo de cidadãos estrangeiros acusados de tentarem burlar o Estado Angolano com um iço de 50 mil milhões de dólares.

Fonte: Club-k.net

De acordo com uma nota de Imprensa da Viana Editora informa, a que o Club-K teve acesso, devido a mudança do local, o lançamento da obra acontecerá, pelas 17h00 no Pátio da Rádio Mais, sita na rua 40 do Projecto Nova Vida, em Luanda.

 

“Burla Tailandesa: Para além do processo” é uma obra do género Livro-reportagem pelo facto do autor poder narrar de forma detalhada o que não foi possível ser divulgada pela imprensa.

 

Paulo Sérgio nesta obra que conta com 301 páginas dividido em 41 capítulos, revela os meandros de um esquema ardiloso que orquestrado no exterior do país e que não teve um final feliz.

 

O livro com forte pendor científico para os estudantes, docentes de Direito e para jornalistas voltados a cobrirem “crimes” chega às bancas sob a égide da Viana Editora.

 

O jornalista e Director do jornal O PAÍS, José Kaliengue, que coube o prefácio do livro, atesta que ninguém escreveu tanto quanto Paulo Sérgio sobre os meandros da “Burla Tailandesa”.

 

Por sua vez, o Director da Viana Editora, Sandro Feijó, confessa que foi um grande desafio para a Editora trabalhar nesta obra que torna público assuntos além do processo mas mediático nas últimas décadas.

 

Já Paulo Sérgio considera que a obra irá ocupar uma lacuna no mercado investigativo sobre os processos judiciais e contribui para que os mais profissionais da classe façam o mesmo.

 

O acto de apresentação do livro “Burla Tailandesa: Para além do processo” caberá ao jurista António Ventura e ao jornalista Felisberto Filipe que testemunharão de igual modo a estreia do autor no mundo das letras.

Dados sobre o autor

Paulo Sérgio Baptista dos Santos nasceu em Luanda (no Rangel) em 1983. Formou-se em jornalismo no Instituto Médio de Economia de Luanda (IMEL). Conta com uma licenciatura em Relações Internacionais pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e de Relações Internacionais (CIS). Actualmente frequenta o segundo curso superior em Direito no Instituto Superior Politécnico Kalandula.

 

É jornalista há 15 anos. Conta com passagem na empresa de Comunicação e Marketing Elo-Comunicação, no Semanário Agora (de Aguiar dos Santos e António Freitas), onde foi editor de Sociedade, Chefe de Redacção da Revista Xietu Angola.

 

Desde 2 de Outubro de 2008 que faz parte do quadro de funcionário do jornal O PAÍS tendo já exercido a função de Editor de Sociedade e actualmente exerce a função de Chefe de Redacção Adjunto. Premiado como jornalista de Sociedade mais destacado do jornal O PAÍS.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: