Alemanha - O ministro das Finanças de Hesse, Thomas Schaefer, "profundamente preocupado" com as consequências da epidemia de coronavírus na economia, cometeu suicídio, anunciou neste domingo o primeiro-ministro do estado alemão, Volker Bouffier.

Fonte: AFP

Schaefer, 54 anos, casado e com dois filhos, foi encontrado morto no sábado perto de uma via férrea.

 

O Ministério Público de Wiesbaden indicou que prioriza a hipótese de suicídio.

 

Schaefer era ministro das Finanças há 10 anos deste 'land', no qual se encontra Frankfurt, o centro financeiro da Alemanha, sede do Banco Central Europeu e de grandes bancos do país.

 

Schaefer trabalhava "dia e noite" para ajudar as empresas e funcionários a adaptar-se às repercussões econômicas da pandemia, afirmou Bouffier, que se declarou "em estado de choque".

 

"Hoje podemos dizer que estava profundamente preocupado", completou o governante, aliado da chanceler Angela Merkel e membro do partido CDU, como Schaefer.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: