Luanda - A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou, ontem, ao Jornal de Angola, que está em curso um processo de investigação ligado a actos de gestão na província do Bengo.

Fonte: Jornal de Angola

De acordo com o porta-voz da PGR, Álvaro João, não estão ainda determinados os infractores, embora o processo continue a ser investigado com a colaboração do Serviço de Investigação Criminal (SIC), que já ouviu várias pessoas.



O responsável do Ministério Público sublinhou existirem muitas inverdades nas informações que estão a ser veiculadas por alguns sites de informação e redes sociais.


Acrescentou que ainda não foram constituídos arguidos e o processo não é direccionado à pessoa da governadora Mara Quiosa, como se pretende fazer crer nas informações disseminadas nas redes sociais.


O processo em curso, prosseguiu, tem como objectivo apurar factos e saber quem está envolvido e o que se passa em termos de gestão na província do Bengo. "Se de facto se apurarem irregularidades, o culpado será responsabilizado, seja quem for”, concluiu.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: